A comunicação instantânea é planeada

 

Todos adoramos o improviso. Todos adoramos o diferente. As pessoas gostam da comunicação espontânea e autêntica. De que melhor forma podemos criar impacto senão instantânea e naturalmente?

Assim, introduzo o tópico da comunicação segundo os critérios de timing e planeamento. Como podemos perceber, o improviso pode ter bastante força por o público perceber que é algo dito pela primeira vez, com um real valor, de forma normalmente única e diferente de tudo o resto. O que acontece depende muito da reação do público ouvinte e tal pode nem sempre ser positiva. Assim, há que ter cuidado com o que se improvisa. É bom e várias vezes até necessário, mas tem que existir todo um background. Olhando desta perspetiva, uma organização tem que ter sempre atenção à comunicação improvisada mantendo a coerência. Incoerente será publicar algo completamente dissociado dos valores, missão, visão, públicos, identidade e atualidade. Assim, torna-se também um pouco perigosa a identidade gráfica, tendo também cautela no afastamento da linha gráfica e da imagem que já facilmente se associa à respetiva organização. Concluindo, entende-se que é vital ter precauções relativamente ao conteúdo improvisado publicado.

A comunicação rege-se por um planeamento.

Tal processo é feito a longo prazo e com alguma antecedência. Sem estar planeada a mesma não funciona e os riscos de não se conseguir comunicar tudo, de chocar assuntos, de confundir os públicos, de o conteúdo partilhado não ser visto aumenta. Tem que estar tudo bem delineado juntamente com o manual de normas gráficas e com as guidelines de conteúdo bem definidas para que se possa saber o que não comunicar e manter a coerência comunicacional.

Então não se deve improvisar?

O improviso surge em dois momentos: comunicação instantânea cujo resultado final ou determinadas situações não previstas se sucedam e em casos excepcionais devido a falhar ou momentos inesperados é necessário comunicar sem preparação prévia. Contudo, até o improviso deve ser planeado. Obviamente que é impossível delinear pormenorizadamente com toda a certeza a publicação de uma imagem durante a visita do Papa a Portugal. Apenas após se ter toda a informação se pode partir para a transmissão da mesma. Apesar disto, pode-se tentar prever certas situações. Sabendo que um evento desta dimensão se aproxima e que conta com a atenção global, é importante trabalhar antecipadamente para o mesmo. Tal acontecimento terá impacto na vida e no dia-a-dia de qualquer cidadão. Assim, é de se aproveitar o momento para comunicar sendo que o primeiro passo é estudar as hipóteses, os casos/hipóteses prováveis de se materializar e colocar uma equipa a seguir toda a cerimónia e assunto. O objetivo passa por comunicar de forma mais instantânea possível, tendo mais impacto e conseguindo criar um maior engagement nos públicos. Como o documentário Project #LIVE – Twitter assume, ao longo dos seus 32 minutos, quão mais direta/rápida for a comunicação da mensagem maior será a sua eficácia. Caso o Papa caia do seu Papamobile vai existir uma comunicação de tal caso e quão mais rápido as marcas conseguirem partilhar o mesmo conteúdo relacionado com a sua identidade mais irão ganhar. Em eventos de tal dimensão, pensa-se sempre na possibilidade de um atentado. Assim, a organização deve ter sempre material preparado para se tal acontecer, tendo em conta a tendência para o mesmo em eventos desta grandiosidade e complexidade. É importante referir que todo o improviso bem elaborado envolve bastante trabalho, tempo, ritmo de trabalho, criatividade e um grande nível de atenção à situação e às circunstâncias.

O twitter é para improvisar?

Não existe nenhum social media para improvisar, mas sim timings para se comunicar de forma improvisada por determinada plataforma que mais se adequa à situação e ao contexto. Analisando o twitter em específico, trata-se de uma plataforma que vive da atualidade, vive de assuntos virais. Pode-se consultar a qualquer hora os trending topics que referem as temáticas mais faladas do momento. Se formos verificar tais palavras ou hashtags reparamos que se tratam de assuntos bastante presentes na atualidade, diariamente novos. Claramente que tal social media não deve ser utilizado para meramente improvisar, mas bastantes conteúdos são adequados para a partilha na mesma plataforma tendo em conta a comunicação instantânea. Assim, para comunicar no exato momento do acontecimento o twitter revela-se uma excelente ferramenta.

 

Deixo em baixo um exemplo português. Trata-se de um conjunto de imagens partilhadas pela marca de cerveja nacional, Super Bock, bastante reconhecida pela sua comunicação. Quero realçar o exemplo no que toca o aproveitamento do momento. No dia da mãe, lançam uma imagem a agradecer à mesma incorporando os seus produtos sem qualquer valor comercial e ainda enfatizam um topic trending do facebook, a criação da flor (#gratidao) com um posicionamento estratégico dos produtos em forma de flor. Este é o exemplo mais forte da marca, tendo em conta que concilia um tópico viral iniciado pelo facebook, um dia comemorativo e a identidade e imagem da organização mantendo os seus valores. Refiro mais dois exemplos: no dia mundial do design gráfico pegam num taboo enorme, a utilização da fonte tipográfica Comic Sans que tanto é criticada no mundo do design; no dia 4 de Maio fica marcado pela utilização da data, na língua inglesa, no seu copy com o significado completamente diferente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A nível mundial, temos o caso já conhecido por todos da Oreo e do Super Bowl em que aproveitam o apagão de luz no mesmo para comunicar de forma instantânea, divertida, coerente e eficaz:oreo

 

Como Rollo May dizia “A criatividade surge da tensão entre a espontaneidade e as limitações”. Há que ser espontâneo, há que estar ciente das limitações. Há que ser responsável e planear toda a comunicação a curto e longo prazo, e dentro da mesma, saber onde se improvisar e estar planeado para tal de forma a não transgredir as limitações impostas pelos valores, missão, visão, identidade e contexto.

 

Anúncios

5 thoughts on “A comunicação instantânea é planeada

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s